All4Wine

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Sector do vinho gera 10.294 milhões em atividade económica total

Foto: Shutterstock/Grande Consumo

Portugal – O sector do vinho é um grande impulsionador da economia nacional e um instrumento relevante para a manutenção das comunidades rurais e ordenamento do território, por providenciar emprego, oportunidades de investimento, estabilidade económica e sustentabilidade ambiental.

A Associação de Vinhos e Espirituosas de Portugal (ACIBEV) e a Nova School of Business & Economics (NOVA SBE) apresentam o estudo “Setor do Vinho – Avaliação de Impacto Socioeconómico em Portugal”. A iniciativa tem como objetivo divulgar o impacto da fileira do vinho na economia portuguesa.

Segundo o estudo encomendado pela ACIBEV, o sector do vinho gerou em 2021, em termos diretos, aproximadamente 3.000 milhões de euros de atividade económica, 861 milhões de euros em valor acrescentado bruto (VAB) e 43.000 mil postos de trabalho.

Separando o sector nas suas atividades base, a viticultura gerou em 2021, em termos diretos, 725.4 milhões de euros de atividade económica, aproximadamente 264.3 milhões de euros de VAB e 26.415 postos de trabalho. Por outro lado, a produção do vinho gerou de atividade económica, no mesmo período e em termos diretos, cerca de 2.278 milhões de euros, sensivelmente 597 milhões de euros de VAB e 16.619 postos de trabalho.

De realçar que o sector tem um papel essencial no desenvolvimento, coesão do território e fixação da população no interior do território nacional, nomeadamente na criação de postos de trabalho nessas regiões. Em termos de magnitude, detém um peso superior a 10% em termos de VAB para 38 dos 278 municípios de Portugal Continental, e representa mais de 10% do emprego em 43 municípios de Portugal Continental.

O sector do Vinho é fundamental para a nossa economia e coesão territorial e este estudo vem justamente comprovar esta realidade. Atualmente, Portugal exporta para cerca de 150 países, na sua maioria vinho engarrafado e de elevada qualidade, que ganha inúmeros prémios. É um dos sectores no nosso País que mais incorpora matéria-prima nacional. Das garrafas de vidro às rolhas de cortiça, passando pelo cartão utilizado para embalagem, pelos rótulos das garrafas e paletes, pelo material para o ponto de venda, tudo é produzido em Portugal. O sector tem ainda um forte compromisso com a sustentabilidade do meio ambiente, sendo muito importante por exemplo, no combate aos incêndios. Mas também com a sustentabilidade social. Há comunidades, no interior do país, que dependem muito do sector. O Enoturismo tem contribuído para a promoção do país como destino turístico de qualidade, tendo aumentado as referências à Gastronomia e Vinhos como aspeto diferenciador e positivo na avaliação da estada em Portugal. Estimamos que as unidades de Enoturismo em 2022 tenham recebido 2,87 milhões de visitantes espalhados pelo país, recebido mais de 90 milhões de euros e gerado e mantido cerca de 2.744 postos de trabalho a tempo inteiro. Em resumo, o vinho faz parte da nossa cultura e tem de ser preservado”, refere Ana Isabel Alves, Diretora Executiva da ACIBEV – Associação de Vinhos e Espirituosas de Portugal.

No fundo, a atividade económica total agregada do sector do vinho em Portugal, em 2021, considerando os impactos diretos, indiretos e induzidos, ascende a 10.294 milhões de euros. No mesmo ano, o sector contribuiu fortemente para a Receita Fiscal do Estado com um montante total estimado de 1.510 milhões de euros, já incluindo os efeitos diretos, indiretos e induzidos, ou seja, 1.9% das Receitas Fiscais e Contribuições Sociais das Administrações Públicas.

Em 2021, o sector do vinho representou ainda, aproximadamente, tendo em conta todos os impactos diretos e indiretos, 4.956 milhões de euros em VAB, 2.68% do PIB nacional e 168.832 empregos (cerca de 3.4% dos empregos a nível nacional).

Utilizamos cookies em nosso site seguindo os Termos Gerais de Uso e Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.