All4Wine

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Quinta de Foz de Arouce apresenta nova colheita

Foto: divulgação/Grande Consumo

Da Quinta de Foz de Arouce, situada no Concelho da Lousã, região das Beiras, surge a mais recente colheita – o Quinta de Foz de Arouce branco 2022.

Vinho premiado a nível nacional e internacional, é um dos ex libris da João Portugal Ramos Vinhos e conquista os paladares mais exigentes. “A singularidade do seu terroir, permite a criação de vinhos marcantes, complexos e estruturados, com um excelente potencial de guarda. Este é o vinho perfeito para acompanhar os tradicionais almoços de família onde os pratos de peixe assado, aves, queijos e saladas se destacam“, afirma em comunicado.

De cor amarelo limão, apresenta um aroma complexo com notas de lima e toranja, erva cortada e funcho. Na boca, tem boa estrutura e acidez pronunciada. É um vinho suave com notas fumadas e um longo final de boca.

O Quinta Foz de Arouce branco 2022, com um histórico de cerca de 20 colheitas, é um vinho monovarietal da casta Cerceal, bastante típica nas regiões da Bairrada e do Dão. Proveniente de solos xistosos, o processo de vinificação deste branco passa por uma fermentação em barricas de carvalho francês de 1º ano (20%) e de 2º e 3ºano (80%). De seguida, o estágio decorre durante 7 meses nas barricas de fermentação com batônnage.

Quinta de Foz de Arouce

A Quinta que lhe dá origem encontra-se rodeada pelos contrafortes das Serras da Lousã e Penela e banhada pelos rios Arouce e Ceira. Os antigos documentos existentes na casa referem as propriedades como pertença da família desde o Séc. XVIII. A cultura da vinha conhece-se neste local desde as ocupações Visigodas da Península, como atestam várias lendas que dizem ter o Rei Arunce guardado vinho, entre outros preciosos bens, no seu castelo da Lousã. A produção vitivinícola na Quinta mistura-se com a própria história e demarcação da propriedade, sendo hoje, tal como a adega, a única que se conhece na região.

Foi nos anos 70 que os sogros de João Portugal Ramos descobriram o potencial das vinhas, que tendo já mais de 40 anos de existência, produziam vinhos de indiscutível qualidade. Na década de 80 João Portugal Ramos passa a consultor e Enólogo da casa. Em 1987, são engarrafados e comercializados os primeiros vinhos da Quinta de Foz de Arouce sob a sua orientação.

Utilizamos cookies em nosso site seguindo os Termos Gerais de Uso e Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.