All4Wine

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Malbec maturado em madeira brasileira é o novo lançamento da Arteviva

Arteviva Camila Malbec 2021 é uma homenagem à esposa do enólogo Giovanni Ferrari – Foto: Divulgação

 

Tinto integra linha de rótulos especiais elaborados por Giovanni Ferrari

Mais do que ampliar o portfólio de vinhos tintos, o novo lançamento da Vinícola Arteviva tem significado especial para o enólogo Giovanni Ferrari. Isso porque, ao reforçar as opções de rótulos da linha Especiais, o Arteviva Camila Malbec 2021 presta homenagem, em memória, à esposa e mãe das duas filhas do produtor, Júlia (Juju) e Maria Luiza(Malu).

“O Malbec e os outros produtos da linha Especiais homenageiam pessoas que eu conheço muito bem. Essa homenagem para a Camila é muito importante porque, primeiramente, é um vinho muito objetivo, muito franco, como foi a Camila, e, ao mesmo tempo, elegante, polido, que era um traço da personalidade dela. Através da Camila foi possível construir aquilo que a gente está construindo. Tenho certeza de que, mais para frente, as meninas vão gostar muito dessa homenagem, porque não dá para deixar passar batido quem foi importante e, embora não esteja presente, contribuiu. A vinícola era um projeto nosso, mas infelizmente ela não pôde participar em vida, mas deixou um alicerce muito importante para que esse sonho se concretizasse”, descreve Ferrari.

O enólogo faz uma comparação com a pintura ao falar do propósito que busca com seu trabalho e com as homenagens da linha Especiais: “É como fazer uma pintura. A pessoa não está em corpo, mas os traços a lembram. E a gente replica no vinho. Essa é a essência da Arteviva, poder ressaltar em todo ser humano o diferencial dele. Vai de acordo com o nosso propósito de aguçar a sensibilidade de cada pessoa que degusta um Arteviva. O ser humano é uma obra de arte, cada qual com seu diferencial.”

As próprias Júlia e Maria Luiza também já foram homenageadas por Ferrari em três vinhos. Juju, nas versões rosé (um blend Chardonnay/Riesling e Marselan maturado em jequitibá rosa) e branco (Chardonnay com passagem por carvalho), e Malu (Syrah/Merlot/Vermentino maturado em carvalhos americano, esloveno e francês). “A Juju é um pouco mais impactante, ela sempre vem com um pouco mais de energia do que a Malu. É muito criativa, então o Chardonnay dela foi assim. O Juju Rosé também é assim. A Malu é diferente. Ela é mais analítica, chega com mais suavidade e é mais profunda. Então o vinho também tem que ser profundo. É a partir desses traços que a gente conecta uma coisa na outra. Pega traços da personalidade de quem é homenageado e reproduz num corte ou num varietal. A mesma coisa aconteceu com a Camila”, explica o enólogo.

Além de Camila, o enólogo Giovanni Ferrari elaborou rótulos em homenagem às filhas, Juju e Malu – Foto: Divulgação

 

Um Malbec da Serra Gaúcha elegante e fresco

Elaborado com uvas cultivadas em um vinhedo de, aproximadamente, 20 anos no Vale dos Vinhedos, Arteviva Camila Malbec 2021 tem como principal diferencial a afinação, por 45 dias, em barril e castanheira. Antes disso, o líquido fermentou por 10 dias em barrica de madeira eslovena e estagiou por 16 meses em barris de carvalho americano de primeiro uso.

Conforme o enólogo, a castanheira tem perfil aromático semelhante ao carvalho francês. Ele acrescenta que a castanheira ajuda a ressaltar as notas mentoladas, conferindo frescor ao produto. “A principal virtude da madeira brasileira é poder equilibrar grupos aromáticos com ela. A gente usou castanheira para contrastar o nariz com o doce da barrica americana. Também optamos pela madeira americana com o intuito de deixar mais aveludado em boca. Assim, conseguimos deixar a boca da americana e dar uma suavizada no ataque doce no nariz com a castanheira.”

Ferrari explica que o Malbec do Vale dos Vinhedos mantém uma nota floral comum a Malbecs de outras regiões do mundo. Entretanto, a fruta cultivada na Serra Gaúcha traz uma complexidade no aroma herbáceo, lembrando sálvia e tomilho. “É mais fresco e elegante do que Malbecs de outras regiões. É um Malbec de personalidade. Vem para reforçar ainda mais que o Malbec no Brasil vem melhorando a cada ano. Tem acidez, frescor e um pouco menos estrutura. O uso da barrica de castanheira deixou um frescor no nariz, ressaltado rosa e violeta, que são marcadores do Malbec. Fica um bouquet interessante”, avalia.

Arteviva Camila Malbec 2021
Origem das uvas: Vale dos Vinhedos
Vinho nobre tinto seco, 14,3% álcool
Disponível em www.vinicolaarteviva.com.br/loja-virtual ou no varejo da vinícola, no Roteiro Caminhos de Pedra, em Bento Gonçalves

Divulgação: Sublinha Comunicação

Utilizamos cookies em nosso site seguindo os Termos Gerais de Uso e Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.