All4Wine

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto promove série de degustações e masterclasses em SP e RJ

Photography by Fabrice Demoulin

Mais uma vez no Brasil, o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I. P. (IVDP), promoverá uma série de degustações e masterclasses em torno dos vinhos da região para profissionais da área e consumidor final

O Porto, uma das Denominações de Origem da Região Demarcada do Douro, uma das regiões vinícolas mais famosas no mercado de vinhos e a mais antiga do mundo (demarcada e regulamentada em 1756) será atração entre os dias 21 de novembro a 01 de dezembro com uma série de ações nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Ações estas promovidas pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP), entidade que tem como missão promover o controlo da qualidade e quantidade dos vinhos do Porto, regulamentando o processo produtivo, bem como a proteção e defesa das denominações de origem Douro e Porto e que tem por objetivo fomentar o conhecimento e o consumo em torno dos vinhos da região.

Com o tema “Vai um Show de Porto?!”, serão realizadas oito ações, direcionadas a consumidores finais, através de degustações em pontos de vendas nas duas cidades e outras para profissionais do mercado de vinhos. “O Brasil é um mercado estratégico e muito importante para os vinhos da Região Demarcada do Douro, não só pela sua dimensão, mas pelo perfil do consumidor, desejoso de experiências novas e enriquecedoras, o que é uma excelente oportunidade para a contínua aposta na valorização do produto”, diz Gilberto Igrejas, presidente do IVDP.

Com foco nos profissionais e alunos do mercado de vinhos, serão realizadas formações em parceria com a Associação Brasileira de Sommeliers (ABS) de São Paulo e do Rio de Janeiro, no Le Cordon Bleu e no SENAC (ambas nas unidades de São Paulo e Rio), ministradas pelo Wine Educator do IVDP, Carlos Soares, que apresentará os diferentes tipos de Vinho do Porto e suas características, com uma prova de seis vinhos que demonstram a inegável qualidade dos rótulos da região.

Confira a programação completa das ações do IVDP nos próximos dias no Brasil:

INSCRIÇÕES

Limitadas à capacidade da sala | Por ordem de inscrição

SENAC

Participação exclusiva a alunos das instituições

ABS

ABS São Paulo – andrea@abs-sp.com.br

ABS Rio de Janeiro – abs@abs-rio.com.br

LOJAS

ivdp2023.br@gmail.com

Sobre a Região Demarcada do Douro

Criada no reinado de D. José I, pelo Marquês de Pombal, em 1756, a região estende-se segundo o eixo do rio Douro e é dividida em três sub-regiões: Baixo Corgo. Cima Corgo e Douro Superior. Hoje é berço de duas Denominações de Origem Protegidas – Porto e Douro – e um player icónico no mercado de vinhos mundial.

Rodeada por montanhas, é protegida da influência atlântica pela Serra do Marão. o clima seco, com invernos rigorosos e verões muito quentes, confere características únicas ao solo, beneficiando para a longevidade das vinhas e permitindo mostos mais concentrados de açúcar e cor. E as castas cultivadas na região são célebres pela sua história secular sendo que algumas provêm da época da Idade Média.

As mais propicias para a produção de vinhos do Porto e do Douro são: a Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Aragonez (na região denominada de Tinta Roriz) e Tinto Cão. Há também as castas Tinta Amarela (Trincadeira) e Souzão. Para a produção de vinhos brancos, as castas usadas são a Malvasia Fina, Gouveio, Rabigato e Viosinho. Para a produção de Moscatel, planta-se a casta Moscatel Galego.

Sobre o IVDP

O Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP, IP) tem por missão promover o controlo da qualidade e quantidade dos vinhos do Porto, regulamentando o processo produtivo, bem como a proteção e defesa das denominações de origem Douro e Porto e indicação geográfica Duriense. O IVDP, IP promove a imagem de prestígio internacional para as denominações de origem Porto e Douro, e pretende aumentar a perceção de valor pelos consumidores, baseada numa forte diferenciação dos produtos no respeito dos conceitos de denominação de origem e seu “terroir”.

Divulgação: Cristina Bielecki

Utilizamos cookies em nosso site seguindo os Termos Gerais de Uso e Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.