All4Wine

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Festa de Abertura da Vindima revisita imigração italiana

Foto: Divulgação

Desfile de carros alegóricos, um dos atrativos do evento que ocorre em Monte Belo do Sul de 25 a 28 de janeiro, terá cerca de 450 participantes

A sexta edição da Festa de Abertura da Vindima, em cartaz em Monte Belo do Sul, traz na sua essência uma revisitação à imigração italiana. O motivo de celebrar a cultura da uva e do vinho já reporta ao movimento que, em fins do século 19, implantou a vitivinicultura na região, auxiliando no seu desenvolvimento econômico e legando um dos tantos ofícios trazidos pelos italianos.

Entre os dias 25 e 28 de janeiro, todas essas características, presentes também na gastronomia, na arquitetura, na língua e em tantos hábitos da comunidade monte-belense, serão expostos a partir da programação proposta pela festa.

Um dos momentos mais evidentes disso será o desfile de carros alegóricos, no dia 28, às 14h. Na Rua Arthur Beltrame, logradouro do antigo pórtico do município, cerca de 30 carros e alas passarão contando a história de Monte Belo do Sul, em direção à praça da Igreja Matriz, reunindo cerca de 450 participantes. Serão mais de 10 das comunidades, devidamente caracterizadas como imigrantes, representando a identidade do povo através de símbolos e itens relacionados ao trabalho, à religiosidade, aos filós – reuniões com música, comida e jogos para a comunidade se encontrar – e à colheita da uva, entre outros.

Entre os diversos carros a passarem pela avenida, também estarão presentes o da corte – a rainha Giovanna Bombassaro e as princesas Alexia Pilonetto e Daiana Picoli Lovisa –; o das embaixatrizes da festa, acompanhadas do mascote Uvalino; o de grupos culturais; o da paróquia; e o da distribuição de uvas, que fecha o desfile.

A distribuição de uvas, aliás, será uma das atrações durante os quatro dias do evento que, neste ano, concentra sua agenda no centro do município. A Rua Sagrada Família, no trecho em frente à prefeitura, será palco para diversas atividades tendo a uva como protagonista. Além da distribuição do fruto durante os quatro dias do evento, haverá pisa de uva coletiva e exposição das cerca de 100 variedades cultivadas no município. “A colheita da uva é um acontecimento para nós. É uma atividade que traz importantes dividendos econômicos, mas que também está atrelada culturalmente aos imigrantes italianos. Celebrar a colheita, portanto, é celebrar o imigrante, que estabeleceu as bases de quem somos hoje”, comenta o secretário municipal de Cultura e Turismo, Alvaro Manzoni.

Pisa de uvas coletiva é novidade desta edição

Pela primeira vez, o evento terá como uma das grandes atrações uma pisa de uvas, que será realizada de modo coletivo. Num grande recipiente de 3 metros de diâmetro, chamado de mastela, grupos de 25 a 30 pessoas poderão reviver um método de elaboração de vinho dos primeiros imigrantes. Era pisando sobre os frutos que eles extraíam o sumo das uvas para iniciar o processo de vinificação. Além de pisar sobre as uvas, uma atividade com ingresso de R$ 50 (por pessoa), a festa possibilita que os turistas tenham um vinho a partir do mosto que eles próprios ajudaram a extrair. Essa opção terá um custo de R$ 100 e será realizada por vinicultores parceiros do município. O vinho poderá ser retirado em Monte Belo após ter seu processo concluído, cerca de sete a oito meses após, ou ser enviado a um endereço previamente informado em formulário.

Pisar em Monte Belo já é experimentar um pouco da imigração italiana. A pequena cidade, de cerca de 2,5 mil habitantes, parece um típico vilarejo do norte da Itália, mantendo edificações de outros tempos e conservando o jeito típico de uma comunidade cujas bases estão sedimentadas na cultura dos imigrantes. Até na língua. Por lá, o talian, o idioma nascido da mistura do italiano e do português, é uma espécie de língua oficial entre os moradores que ecoa fortemente pelas ruas.

É nessa ambientação que o município receberá os visitantes, convidando-os a conhecerem mais do município. A ExpoMonte reunirá dezenas de expositores, majoritariamente locais, dos mais diversos segmentos. Nessa feira multissetorial, serão exibidos produtos da agroindústria familiar, artesanato e maquinário agrícola, com destaque às vinícolas. O município conta, desde 2013, com o reconhecimento de Indicação de Procedência para seus vinhos e espumantes, demonstrando toda qualidade de seus rótulos. Essa já premiada produção poderá ser harmonizada com os saborosos pratos dos restaurantes participantes do evento, voltados à gastronomia típica e italiana contemporânea.

A programação artística do evento também traz à tona a valorização dos grupos italianos do município, mesclando com grandes atrações. Ao todo, serão mais de 20 – veja relação completa abaixo. Entre os destaques, estão os shows de Os Monarcas, na abertura do evento; do Nenhum de Nós, na sexta-feira; de Matheus & Mathias, no sábado; e de Os Atuais e da cantora italiana Mafalda Minnozzi, que se apresentam no domingo. Em meio a tantos atrativos aos visitantes, a feira também se dedica a aprimorar a agricultura, principal atividade econômica de Monte Belo do Sul. No dia 27, ocorre a quarta edição da Jornada Rural, realizada em parceria com a Emater. A oportunidade visa atualizar os produtores rurais quanto a novas tecnologias e técnicas de manejo no campo. Um movimento importante para que a atividade agrícola, principalmente ligada à uva, que responde por 86% do total das culturas do município, siga fazendo de Monte Belo um dos mais destacados produtores nacionais. A cidade é reconhecida por ser a maior produtora per capita de uvas viníferas da América Latina (16t per capita/ano), aquelas utilizadas exclusivamente para vinhos finos.

SERVIÇO:

O quê: 8ª Festa de Abertura da Vindima
Quando: de 25 a 28 de janeiro de 2024
Onde: ruas centrais de Monte Belo do Sul
Quanto: entrada franca

 

Programação artística

25/01/2024 (quinta-feira)

18h – Show Família Almeida

19h – Abertura Oficial

20h30 – Pisa da Uva – Edição especial às Soberanas e Autoridades convidadas

22h – Show Os Monarcas

 

26/01/2024 (sexta-feira)

14h – Tarde da Melhor Idade – Show Banda Nova

16h – Pisa da Uva

18h – Show Grupo Acordes

19h – Show Grupo de Danças Rastros do Tempo

19h30 – Show Pagode do Feijão

21h – Pisa da Uva

22h – Show Nenhum de Nós

 

27/01/2024 (sábado)

12h – Show Corais locais

13h – Show de Danças – Grupo Alemão Lustige Volkstanzgruppe Bergtal

13h45min – Pisa da Uva

14h30 – Tarde Infantil – Espetáculo Circense Cia Burzum

17h – Pisa da uva

17h30 – Show Ragazzi Dei Monti

19h – Show de Danças Italianas com Ballo D’Italia

20h – Show Banda Alma Nova

22h – Pisa da uva

22h30 – Show Matheus e Mathias

00h – DJ Gustavo MK

 

28/01/2024 (domingo)

09h – Missa de Ação de Graças pela Safra da Uva

11h – Grupo Vicentino

12h – Show Grupo The Travellers

14h – Desfile de Carros Alegóricos

15h30 – Show Grupo Sanfonaço

17h – Grupo de Danças Picolli Balerini

17h15 – Show com Os Atuais

19h – Pisa da Uva

19h30 – Show internacional de encerram

ento Mafalda Minnozzi (Itália)

Divulgação: Exata Comunicação

Utilizamos cookies em nosso site seguindo os Termos Gerais de Uso e Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.