All4Wine

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Notícias, novidades e fornecedores do mundo do vinho

Exportações de vinhos portugueses atingem 210 milhões de euros no 1.º trimestre do ano

Foto: Grande Consumo / shutterstock

No primeiro trimestre, as exportações totais de vinhos portugueses alcançaram os 210,1 milhões de euros e um preço médio de 2,85 euros por litro. Durante estes três meses, e em comparação com o mesmo período do ano passado, verificou-se um decréscimo em valor (0,95%) e em volume (3,28%), mas registou-se um aumento no preço médio de 2,41%.

Em relação aos mercados que mais se destacaram em termos de exportações, no que diz respeito ao valor, os Estados Unidos da América (25 milhões de euros) mantêm a liderança, com França (23,8 milhões de euros) em segundo lugar e o Brasil (15 milhões de euros) em terceiro.

Já no que diz respeito ao volume, Angola (nove milhões de litros) aparece em grande destaque, seguida de França (7,9 milhões de litros) e Estados Unidos da América (5,8 milhões de litros). Em termos de preço médio, no primeiro trimestre, e em comparação com o mesmo período do ano passado, Angola é o mercado com melhor performance, com um aumento de 12,83%.

Em comparação com o primeiro trimestre de 2022, as exportações para os mercados da Rússia e Ucrânia registaram um crescimento acentuado em valor, de 84,56% e 72,85%, respetivamente.

Apesar de um ligeiro decréscimo no que diz respeito aos valores das exportações, acreditamos que 2023 vai ser um ano bastante positivo para os vinhos portugueses. O primeiro trimestre do ano é sempre mais moroso em termos de performance, pois é penalizado pelo stock resultante das aquisições nas épocas festivas do final anterior. No entanto, temos vindo a conseguir aumentar o preço médio, que era um dos nossos principais objetivos para este ano. Estamos, neste momento, a trabalhar quer na promoção dos nossos vinhos nos mercados tradicionais, como a negociar a entrada em novos mercados, onde existe um grande potencial de crescimento e, graças à resiliência e qualidade dos nossos produtores nacionais, acreditamos que vamos atingir excelentes resultados até ao final deste ano”, afirma Frederico Falcão, presidente da ViniPortugal.

Vinho do Porto

As exportações sem Vinho do Porto verificaram um crescimento em valor (2,41%) e preço médio (4,28%) e uma quebra em volume (-1,79%), face ao período homólogo. Os mercados da Rússia (161,44%), México (94,83%) e Ucrânia (81,74%) foram os que mais se destacaram.

Entre janeiro e março deste ano, o Vinho do Porto foi o mais exportado (62,3 milhões de euros), no entanto, os vinhos da Região da Península de Setúbal foram os que registaram o maior aumento percentual face ao mesmo período de 2022 (32,32%).

Utilizamos cookies em nosso site seguindo os Termos Gerais de Uso e Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.